Não esteja de fora de 90% das pesquisas do Google

Melhore o seu alcance pelo Instagram
28 de junho de 2019
Conheça a FindMe – A Startup potiguar que deu certo
10 de julho de 2019
Mostrar todos
Tempo Leitura: 4 Minutos

Você sabia que 90% do tráfego das mais de 100 BILHÕES de buscas por mês do Google, geram cliques em resultados orgânicos (não pagos)? E que apenas 17% do tráfego chegam na segunda página? 

Pois é! E aí? Você quer realmente ficar de fora desses resultados? Quantas vezes você utiliza a busca do Google por dia? 

Realmente ainda é a ferramenta mais poderosa do mundo digital para ter resultados, sem dúvida nenhuma.

Pessoal, o post de hoje é um pouco mais extenso (chamado de conteúdo raiz), mas vale a pena ler tudo e por em prática. Funciona mesmo e dá resultado!

O que é SEO e como ele funciona?

SEO é uma sigla em inglês que significa Search Engine Optimization, traduzindo temos: Otimização aos motores de busca. Assim, nada mais é do que a adoção de boas práticas no código do site e no seu conteúdo, para que o Googlebot encontre sua página, o indexe nos resultados do Google e determine, baseado na sua relevância, a sua posição no ranking de resultados.

Humm…Me fala mais sobre o Googlebot!

O Googlebot é um robô do Google que percorre toda a rede mundial de computadores procurando por conteúdo relevante, interpretando do que se trata esse conteúdo, fazendo assim a sua indexação e sua classificação nos resultados da busca. 

Desta forma, ele possui um algoritmo ultra poderoso e criterioso, levando em consideração mais de 200 pontos sobre uma página, com pesos variáveis entre eles, para chegar a uma classificação mais próxima da ideal para o usuário. 

É por isso que conseguimos encontrar na primeira página ou, no máximo na segunda, praticamente tudo que estamos buscando (se existir ou ter sido utilizado os termos corretos na busca).

Como posso melhorar meu posicionamento nos resultados orgânicos do Google?

Como já mencionado, são mais de 200 critérios que o Googlebot leva em consideração. Contudo, vamos separar alguns considerados os mais importantes e que você não pode deixar de fazer:

Utilize títulos das páginas com as palavras-chaves corretas e únicas para cada página. 

Digamos que você esteja descrevendo um serviço que você presta chamado Assessoria Financeira. Neste caso, o título da sua página deve ser algo mais próximo de Assessoria Financeira em Nome da sua Cidade, pois é normalmente como os serviços são buscados em uma localidade. Mas isso não é uma regra! Você pode consultar as palavras-chaves ideais para o assunto pela ferramenta KWFINDER.

Escreva um bom conteúdo, citando algumas vezes (algumas, e não MUITAS) as palavras-chaves, com links e negrito

O Google prioriza CONTEÚDO em suas indexações e rankeamento. Contudo, ele não consegue entender se uma página tem um melhor conteúdo do que outra. É possível que sua página fique atrás de outra com conteúdo inferior, mas que foi trabalhada um SEO nela que o Googlebot conseguiu entender mais e que ela era mais consistente naquele assunto. Assim, é preciso que você escreva o conteúdo da página citando as palavras-chaves em até 1% das palavras, com links internos dentro da própria página e às vezes links externos que expliquem algo, como vamos fazer agora abaixo:

Se você quer se aprofundar mais sobre SEO, leia esse artigo que menciona vários detalhes sobre como otimizar seu site para o Google.

O algoritmo do googlebot vem evoluindo cada vez mais, considerando a semântica da página, tudo isso para tentar driblar páginas que usam muito a técnica de SEO e menos conteúdo. Portanto, escreva seu texto sem ficar tão bitolado em ser o SEO perfeito. Utilize as boas práticas e flua seu texto naturalmente.

Não esqueça de escrever as metatags no seu código 

Fora uma página com bom conteúdo e bem escrito, utilizando as melhores práticas de SEO, é preciso fazer um trabalho de código fonte, trabalhando as chamadas metatags, que funcionam como um índice do que aquela página vai falar e o Googlebot faz a ligação entre elas, o título e o conteúdo. Para saber mais sobre metatags, leia esse artigo clicando aqui.

Tenha um Google Meu Negócio bem configurado 

Você não pode ficar de jeito nenhum de fora do Google Meu Negócio. Ele aparece nas buscas também, mostrando nas primeiras posições os lugares mais bem avaliados, configurados e próximos de onde o usuário está buscando. Vejam abaixo a diferença de mudança na configuração de um Google Meu Negócio que fizemos em um cliente nosso, a drástica mudança de desempenho em apenas poucos dias.

Google Meu Negócio - Aumento de Visualizações

Assim, muita atenção nesse cadastro, com o segmento correto, dados de contato, palavras-chaves, posts atualizados, endereço correto (revise também o Google Maps).

Tenha um site Mobile, com certificado digital de segurança SSL e com carregamento rápido.

O Google prioriza sites com versão mobile, pois já são os dispositivos que mais são utilizados nas navegações. Outrossim, também se faz necessário ter um certificado digital de segurança SSL em seu site (site seguro, cadeado no endereço e iniciando com https). Já tratamos desse assunto em outro post. Você pode saber mais sobre certificado digital de segurança SSL clicando aqui.

Além disso, o carregamento rápido do seu site é levado em consideração, pois sites pesados ou com servidores lentos, são prejudiciais ao usuário e o Google entende tudo isso.

Tenha links de sites relevantes sobre o assunto apontando para seu site

Por fim, um dos maiores pesos são os links de sites externos, que tenham uma boa reputação no Google (PageRank) e que tratam sobre seu segmento ou assunto, linkando para o seu site. É como o blog do chef mais conhecido do Brasil linkar para outro blog de outro chef para indicar sobre algum assunto. 

É claro que isso não depende muito de nós, mas se o conteúdo for bom e rico, com o tempo e boa divulgação, ele será encontrado e reconhecido.

Pessoal, esse tema é bem amplo e complexo, não é à toa que as agências de marketing digital prestam esses serviços, mas com essas informações desse post, quem as praticarem irão sair na frente de 99% dos sites que não fazem nada ou não fazem todas essas simples ações. 

Um tempo atrás, um simples título escrito corretamente garantia as primeiras posições em segmentos bem conhecidos. Com o avanço da educação digital, fica cada vez mais difícil a concorrência pelas primeiras posições, mas quem adotar as principais boas práticas e ter um bom conteúdo, sempre vai sair na frente.

Fico por aqui e espero ter ajudado.

Danilo Araujo 

CEO PHD Virtual – Marketing Digital

Não esteja de fora de 90% das pesquisas do Google
5 (100%) 3 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
× Dúvidas ou Orçamentos?