ROI x ROAS - O Que é, Diferenças e Como Calcular - Agência de Marketing Digital em Natal RN São Paulo SP Inbound Criação de Sites e Vendas

ROI x ROAS – O Que é, Diferenças e Como Calcular

Customer-Sucess
Customer Success – O Que é CS e os Benefícios de Escolher Uma Agência Que Tenha Esse Setor
25 de setembro de 2021
Mostrar todos
Diferenças entre ROI e ROAS

Diferenças entre ROI e ROAS

Tempo Leitura: 5 Minutos

O Tráfego Pago nos fornece muitos dados para analisar. Uns dos mais importantes são o ROI e o ROAS, pois são eles que nos darão a palavra final sobre se você está tendo retorno financeiro ou não do projeto. Vamos então entender o que eles significam, suas diferenças e como calcular cada um deles.

Índice

1 – O que é ROI e o Que Significa?

1.1 – Como Calcular o ROI?

1.2 – Fórmula do ROI e Exemplo

2 – O que é ROAS e o que Significa?

2.1 – Como Calcular o ROAS?

2.2 – Fórmula do ROAS e Exemplo?

3 – ROI e ROAS na Decisão da Estratégia de Anúncios Online (Ads, Patrocinado, Tráfego Pago)

O Que é ROI e o Que Significa?

ROI significa Return Over (On) Investment, que traduzindo temos: Retorno Sobre o Investimento. Ele é o que voltou em vendas do ponto de vista financeiro e líquido, definindo se o dinheiro investido em anúncios online de fato trouxe lucratividade ao seu negócio.

Analisando do ponto de vista de lucratividade, de nada adiantaria investir milhões de reais em anúncios, vender outros milhões de reais e, no final das contas, a conta não batesse e a operação desse prejuízo financeiro. Chamamos esta situação de ROI Negativo (prejuízo). Contudo, caso os valores investidos em anúncios totalizassem uma receita que, deduzido os custos, sobrasse dinheiro, estamos diante de uma situação de ROI Positivo (lucro).

Como Calcular o ROI?

Para calcular o ROI precisamos de alguns dados do negócio em si, como os custos da operação e do produto / serviço. Logo, não basta somente olhar o gasto dos anúncios e o faturamento. Alguns dados que temos que ter em mente, a depender do negócio:

  • Custo das transações de cartão de crédito e meios de pagamento;
  • Custo diretos do produto (variável);
  • Custos fixos diluídos por produto / serviço;
  • Tributos que incidem naquela operação;
  • Comissões, frete ou deslocamento para entregar o produto ou executar o serviço.

O ROI também pode ser feito de forma menos macro também, como apenas do projeto do Marketing Digital, por exemplo. Para isso, temos que ter em mente o que significa Margem de Contribuição Positiva, que nada mais é do que o que sobra para a empresa de valor financeiro positivo daquela operação, como por exemplo:

Faturamento de R$ 100.000 e, para executar o serviço, será gasto R$ 70.000 de custos diretos, como equipamentos, tributos, deslocamento e pessoal, restando R$ 30.000 para a empresa de Margem de Contribuição Positiva. Esse valor de fato é o “Lucro da Operação” e será deduzido do valor investido para ter um ROI do projeto, que ajudará à empresa a pagar seus custos fixos, que existirão independente do projeto de Marketing Digital ou não, e que no final ajudará no seu lucro líquido do período.

Fórmula do ROI e Exemplo

A fórmula do ROI utiliza a RECEITA total gerada no canal analisado, subtraindo o seu CUSTO, dividido pelo CUSTO e multiplicado por 100:

Fórmula do ROI
Fórmula do ROI

Exemplo de Cálculo do ROI: Uma empresa que opera 100% do no digital, faturou R$ 100.000 em vendas online e tem um custo total de R$ 50.000, já considerando todos os custos e investimentos realizados no mesmo período: ROI = (R$ 100.000 – R$ 50.000 / R$ 50.000) x 100 -> R$ (50.000 / R$ 50.000) x 100 -> 1 x 100 = 100% ou 1. Ou seja, com R$ 50.000 a empresa dobrou o valor investido para R$ 100.000, tendo um ROI de 100% ou 1, uma diferença de ROI líquido de R$ 50.000.

Vamos ver agora a diferença do ROI para o ROAS.

O Que É ROAS e o Que Significa?

ROAS significa Return Over (on) Ads, que traduzindo temos: Retorno Sobre os Anúncios. Diferentemente de ROI, no ROAS levamos em consideração apenas o faturamento obtido originado dos anúncios e abatendo os gastos diretos com ele, sem considerar outros gastos diretos e indiretos da operação.

No ROAS, a visão não é do negócio em si, mas apenas se os anúncios conseguem faturar mais do que se investe neles (ROAS Positivo) ou se o faturamento é menor do que o valor investido neles (ROAS Negativo).

Como Calcular o ROAS?

Bem mais simples do que o ROI, para o calcular o ROAS você precisará:

Fórmula do ROAS e Exemplo

A Fórmula do ROAS utiliza a receita originada exclusivamente da origem dos anúncios e os investimentos exclusivamente dos anúncios em si, executando a fórmula a seguir:

Fórmula do ROAS
Fórmula do ROAS

Exemplo do Cálculo do ROAS: Uma empresa investiu R$ 10.000 em anúncios online (ads, patrocinado, tráfego pago) e obteve uma receita de leads, geradas exclusivamente desses anúncios, de R$ 100.000. Logo, temos um ROAS = (R$ 100.000 / R$ 10.000) x 100 -> R$ 10 x 100 = 1.000% ou 10. Ou seja, com R$ 10.000 a empresa multiplicou por 10 (1.000%) o valor investido, chegando a um ROAS positivo de 10x do valor investido (R$ 10.000 viraram R$ 100.000), uma diferença de ROAS líquida de R$ 90.000.

ROI e ROAS na Decisão da Estratégia de Anúncios Online (Ads, Patrocinado, Tráfego Pago)

Após entender o que é ROI, ROAS e suas diferenças, partimos agora para a prática em como a análise desses dados são importantes para traçar a estratégia futura dos anúncios online. Separei esse exemplo abaixo de um cliente real de nossa agência e na orientação de orçamento e canais.

Demonstração da análise de ROI e ROAS em um projeto de Anúncios Online
Lista de Leads de Origem do Google Ads + Venda - Fonte RD Station do Cliente
Lista de Leads de Origem do Google Ads + Venda – Fonte RD Station do Cliente
Lista de Leads de Origem do Facebook Ads + Venda - Fonte RD Station do Cliente
Lista de Leads de Origem do Facebook Ads + Venda – Fonte RD Station do Cliente
Investimentos no Google Ads do Período e Leads Gerados - Fonte Painel do Google Ads do Cliente
Investimentos no Google Ads do Período e Leads Gerados – Fonte Painel do Google Ads do Cliente
Investimentos no Facebook Ads do Período e Leads Gerados – Fonte Gerenciador de Anúncios do Facebook do Cliente
Planilha de Cálculo do ROI e ROAS do Projeto de Anúncios do Cliente
Planilha de Cálculo do ROI e ROAS do Projeto de Anúncios do Cliente

Conforme apresentado acima, o cliente tem um ótimo ROAS e ROI, sendo do Google Ads muito melhor do que do Facebook Ads. Logo, nossa recomendação foi triplicar o investimento em Google Ads e manter o atual investimento em Facebook Ads, visto que o retorno do Google Ads é bem maior e, o do Facebook Ads, apesar de menor, é lucrativo e ainda ajuda no reconhecimento de marca e inserem leads na jornada de compra futura.

Fico por aqui e espero ter ajudado,

Danilo Araújo – (11) 96302-6123 (WhatsApp)

CEO PHD Virtual – Agência de Marketing Digital

5/5 - (1 vote)
Danilo Marketing Digital
Danilo Marketing Digital
Danilo Araujo Xavier - 37 Anos - Brasil; Formado em Administração de Empresas (UFRN) e especialista em Marketing Digital com certificação internacional; Desde 1997 ajuda empresas e pessoas a terem mais presença digital; CEO da PHD Virtual - Marketing Digital desde 2005; Consultor de Marketing Digital; Autor de artigos e vídeos sobre Marketing Digital nas redes sociais e em seu blog phdvirtual.com.br/blog; Já participou da criação e performance de mais de 1.400 sites e projetos online, tendo vasta experiência em SEO, tráfego pago (Google Ads, Face e Insta Ads), Inbound Marketing, Automação em RD Station e Zenvia. Dados para contato: Celular - +55 (11) 96302-6123 (WhatsApp) E-mail - [email protected] https://www.linkedin.com/in/daniloaraujo-marketing-digital/ https://www.instagram.com/daniloaraujophd

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Agência de Marketing Digital em Natal RN São Paulo SP Inbound Criação de Sites e Vendas