10 Tendências do Marketing Digital para 2020

Aprenda Google Ads
Como Anunciar no Google Ads
12 de dezembro de 2019
Quanto Custa Anunciar no Google Facebook e Instagram Ads
Ads – O Que é Quanto Custa Anunciar no Facebook, Instagram e Google
27 de dezembro de 2019
Tempo Leitura: 14 Minutos

Faz tempo que Marketing Digital não é mais o futuro, mas sim o presente. Em 2020, as tendências digitais continuarão a crescer mais e mais e, nesse artigo, trazemos as 10 principais tendências do marketing digital para 2020 para você não ficar de fora das novidades e aplicar ao seu negócio.

A Humanização do Marketing

Cada vez mais as pessoas estão virando marcas e as marcas virando pessoas, pois os clientes estão cada vez mais únicos e possuem o seu jeito de ser, de consumir, de pensar…Já as marcas, têm que se adaptar a isso e humanizar mais o seu atendimento e direcionar a sua comunicação com linguagens adequadas para cada tipo de cliente.

Comunicações generalizadas estão convertendo menos em vendas e a humanização do marketing já é uma realidade e vai continuar a crescer em 2020. É o novo “P” do marketing, de Personalização. Um dos modos de trabalhar bem isso é através de Storytelling, que através de uma boa narrativa consegue gerar um impacto no cliente e gerar essa conexão.

Entender o comportamento do cliente e respeitar o tempo de compra dele nunca foi tão importante. A inteligência artificial e ferramentas de marketing auxiliam em analisar esses dados para conseguir entregar a melhor experiência personalizada ao cliente possível. Qual a frequência de compra do cliente? Por qual tipo de produto e serviço? Qual comunicação ele gostaria de receber por e-mail ou SMS, que gere empatia e o lembre do seu comportamento? São essas e outras perguntas similares que os negócios devem se fazer para ter um norte humanizado na comunicação online com seu cliente.

Não ser chato, sem pressão na venda e sem comunicações erradas e desnecessárias, pois cada vez mais as pessoas estão com menos tempo para perder.

Não se trata mais de falar sobre a empresa, mas sim falar sobre o cliente. Isso vai desde o conteúdo a ser produzido até o anúncio da publicidade. Na produção de textos para artigos de blogs, produtos do e-commerce, e-mail marketing e redes sociais, precisam passar a sensação que é uma pessoa que está escrevendo no “one-to-one”, de forma humana e personalizada, e não aquele texto engessado e antigo falando de um assunto, produto ou serviço.

Os valores e crenças das marcas precisam passar o que a persona que consome seus produtos e serviços acreditam. A posição da marca sobre temas polêmicos relacionadas com o negócio devem gerar essa empatia com seus clientes. São os 3 E’s da humanização: Emoção, Empatia e Ética.

Vídeo Marketing

Vídeo é a tendência no marketing digital, vai continuar em 2020 e por mais alguns anos. Cada vez mais as pessoas assistem menos a televisão e gastam seu tempo de entretenimento nas redes sociais e no YouTube. O consumo de vídeos online já ultrapassou a audiência da televisão. Isso quer dizer que o seu negócio tem que ter vídeos nas redes sociais e, principalmente, no YouTube, segundo maior buscador do mundo, ficando atrás somente do Google.

Quando falamos desses vídeos, não são apenas os comerciais, mas sim, principalmente, os de conteúdo sobre seus produtos, serviços e dos bastidores. As pesquisas são claras quando apontam que a procura por informações de vídeos no YouTube para aprender algo ou informar-se são gigantes.

Se você vende um produto ou serviço que os usuários precisam entender como ele funciona antes para comprar, seja você quem vai ensiná-los como, onde, o motivo e quando devem usá-los, pois na hora que eles de fato forem consumir, a sua marca já estará na frente das demais opções e, a melhor forma de fazer isso, é através de vídeo. Nesse artigo, falamos um pouco de como trabalhar vídeo marketing.

Outro detalhe, é o crescimento do TikTok, uma rede social de vídeos curtos (de 15 a 60 segundos), que já alcançou 130 milhões de usuários em Outubro de 2019. Danças e cenas de humor predominam na ferramenta, mas nada impede que você trabalhe e consuma conteúdos diferentes. Vale a pena conhecer, se você não conhece, e analisar se sua persona pode está lá, para assim você entrar também nesse canal de comunicação.

No Brasil, por ser um país com baixa estatística em leitura, os vídeos são muito mais consumidos do que textos e livros, sendo assim mais um motivo para você não ficar de fora dessa mídia tão poderosa do marketing digital. Isso não quer dizer que você não deva trabalhar também o conteúdo escrito, pois para ser relevante no google, os textos ainda são muito essenciais.

Crescimento nos Ads Patrocinados do Google, Facebook, Instagram, com maior segmentação

Cada vez mais os anúncios patrocinados de Google, Facebook e Instagram vem crescendo e em 2020 isso não mudará. A alta tecnologia dessas gigantes do marketing digital torna cada vez mais possível uma ultra segmentação nas campanhas.

O WhatsApp é um grande canal de informações para a turma do Facebook e Instagram, pois pertencem ao mesmo grupo. Tudo que você faz lá, seja escrito, áudio, vídeo, foto, documento, localização, é analisado por uma inteligência artificial cada vez mais robusta e precisa, passando esse comportamento direto para a segmentação dos Ads.

Já o Google, consegue também informações precisas do seu comportamento mobile e de buscas. Basta se perguntar quantas buscas vocês faz por dia no Google.com, YouTube, Google Maps, sem falar nos aplicativos de celular que usam alguma integração com essa gigante.

Isso tudo permite que você consiga fazer segmentações muito avançadas, desde por geolocalização, até mesmo pelo comportamento do usuário no seu dia a dia, tais como: viajantes frequentes ao exterior, marca e modelo do celular, local de residência, se está em um local como turista, tipo de conexão no momento (Wi-Fi ou 3G), etc.

Essas informações são muito valiosas para você direcionar os Ads para quem tem mais chance de converter em lead ou em venda para o seu negócio. Separando até mesmo em que parte do funil de vendas o lead está, podendo ser o topo de funil (aprendizado e descoberta, com o reconhecimento do problema), meio de funil (consideração da solução) ou fundo de funil (decisão de compra).

Contudo, é preciso um bom conhecimento em tráfego pago para tirar o melhor proveito dessas ferramentas, sendo necessário um investimento em cursos de marketing digital ou contratação de uma agência de publicidade digital para gestão desses Ads.

Empresas Com Equipe Própria de Marketing Digital

Com o avanço da importância do Marketing Digital nos negócios, as empresas alocam mais recursos de orçamento para esse setor, desde verba de anúncios, das agências e de equipe própria.

Claro que isso depende muito do porte do negócio, pois as grandes empresas exigem vários profissionais trabalhando em fulltime no Marketing e as propostas das agências digitais podem se tornar muito caras para atender uma demanda alta de tempo desse tipo cliente. Nesses casos, a empresa opta por montar seu próprio time digital, contratando produtores de conteúdo, designers e programadores.

A demanda por esses profissionais tem crescido muito, empurrando os salários para cima, principalmente dos profissionais mais experientes e qualificados. Contudo, as empresas muitas vezes optam por contratar profissionais mais baratos e investir na capacitação deles através de cursos de marketing digital, que também vem crescendo bastante devido a essa alta na demanda por conhecimento da área, desde o básico até atualizações avançadas, pois as ferramentas e estratégias do marketing digital mudam muito rápido. Já as pequenas e médias empresas, que têm um orçamento e demanda menor para o marketing, ainda preferem terceirizar tudo, ou quase tudo, com as agências digitais.

O melhor custo x benefício para ambos os casos é uma gestão híbrida do marketing digital, pois as agências digitais ainda possuem uma equipe mais treinada, capacitada e atualizada. Não é fácil uma empresa que nunca trabalhou com isso, montar uma boa equipe de digital, mas é necessário que em seu time tenham pessoas com um mínimo de conhecimento e treinamento da área, pois somente com os serviços das agências, o trabalho não fica completo.

Os Stories do Instagram, por exemplo, devem ser alimentados com frequência, ao menos 3x ao dia ou mais, a depender do tipo de negócio, de manhã, à tarde e à noite, e não somente com conteúdo programado pela agência, mas também dos bastidores do negócio. Isso só é possível envolvendo a equipe da empresa, sendo que nas grandes e médias empresas através de algum profissional contratado e, nos pequenos negócios, o próprio dono assume parte do serviço.

Isso não somente barateia o custo do marketing, como também melhora a qualidade do trabalho, deixando a agência digital com a parte mais técnica, como a gestão de Ads, SEO, Site e Automações. Já a equipe da empresa, fica mais na produção de conteúdo, postagem de bastidores, criação de e-mail marketing e gestão dos leads que chegam das campanhas. Porém, sempre com uma boa comunicação com a agência para que o marketing e vendas caminhem juntos e em sintonia.

Um alerta importante quando o dono quer fazer todo o marketing, é a questão do tempo que ele leva para fazer isso e se está sendo feito certo ou completo. Uma conta básica que deve ser feita é quanto custa uma hora dessa pessoa. Quanto ela ganha por mês? Será que as horas que ele gasta no mês fazendo tudo e deixando de focar no seu negócio, custam menos do que terceirizar uma parte do serviço com uma agência? A qualidade e a completude da presença digital também devem ser analisadas.

SEO em Alta e Adaptação ao Crescimento da Pesquisa por Voz

Não é de hoje que o SEO tem importância no marketing digital, mas com o aumento da concorrência pelas palavras-chaves pagas do Google Ads e, também, a melhora da briga pelas buscas orgânicas, com a mudança permanente do algoritmo do Google e o crescimento da forma de buscar por voz, valorizar o SEO nunca foi tão importante.

O que é E-A-T?

A novidade do SEO 2019 fica por conta da sigla que o Google passa a valorizar mais, a chamada sigla E-A-T, que significa Expertise, Authoritativeness and Trust, que traduzindo significa expertise, autoridade e confiabilidade. Em Fevereiro desse ano, o próprio Google confirmou que o E-A-T é uma parte muito importante de seu algoritmo de rankeamento das páginas e passou de vez a ser considerado uma boa prática de SEO.

O E-A-T tem importância, principalmente, mas não unicamente, em sites da área médica, jurídica e financeira, pois esses assuntos podem levar à prejuízos irreversíveis nas vidas das pessoas. Assim, evita que pessoas sem autoridade no assunto, sejam bem rankeadas nas buscas. Ele chamou esses sites de YMYL (Your Money Your Life, ou seja, Seu Dinheiro Sua Vida), pois levam pessoas a tomarem decisões importantes na sua vida. Então, para escrever sobre esses assuntos, a pessoa precisa demonstrar que tem autoridade para tal, e o Google investiga isso muito seriamente.

Portanto, para não perder boas posições, é preciso um bom SEO para demonstrar isso, com ações do tipo: sempre o post deve ser assinado por um autor, assumindo o post, tipo um médico na área médica, com uma biografia sobre ele na página, com informações verídicas que constam em outras fontes, trabalhos publicados, referências no conteúdo, outros sites com autoridade falando sobre o médico, entrevistas, vídeos no YouTube, foto para identificação, avaliações dos pacientes e leitores, dentre outros conteúdos que ajudem o google a confirmar que esse autor tem expertise, autoridade e confiabilidade para tratar desse assunto.

Não só do ponto de vista externo, mas também no próprio site, que ajude o Google a identificar que seu propósito é de ajudar os usuários e facilitar a busca por perguntas e respostas.

Crescimento na Pesquisa por Voz no Google

Vem crescendo a pesquisa por voz no Google, e esse tipo de busca deve alcançar 50% das buscas em 2020. Esse crescimento deve-se à facilidade de efetuar pesquisas desse modo, dentre outros motivos, bem como o crescimento das buscas via smartphone e através dos inteligentíssimos assistentes de voz, como o Alexa, Siri e Google.

Crescimento do uso de Assistentes de Voz
Por que os usuários preferem usar os assistentes de voz?

Ter um site organizado, com versão mobile, certificado de segurança SSL, bem estruturado com um bom SEO e conteúdo, alcança um patamar de obrigação. Se já estamos na era do Mobile First, estamos entrando para a era do Voice First. A junção dessas 2 prioridades, fortalecem uma atenção redobrada no seu site, podcasts e Google Meu Negócio.

Como a pesquisa por voz impacta nos resultados das buscas?

O resultados das buscas são impactados pela pesquisa por voz porque a forma de fazer uma busca digitando é diferente de uma busca por voz. Se digitando você buscaria por “melhores restaurantes natal rn”. Já por voz, você acionaria o assistente da seguinte forma: “Ei, Alexa, quais os melhores restaurantes na cidade de Natal – Rio Grande do Norte?”, ou ainda, “Quais os restaurantes de comida japonesa perto de mim?”.

Assim, muda a forma da estratégia de SEO, pois as palavras-chaves das pesquisas por voz são maiores em comparação com as palavras-chaves da pesquisa em texto.

Outro detalhe, é o uso da expressão “Perto de mim” na busca por voz, pois muitas vezes estamos querendo saber a localização de empresas próximas ou na cidade que estamos. Muita atenção aqui com a atualização da sua empresa no Google Maps e no Google Meu Negócio, pois ele vai verificar a sua localização, seu horário de funcionamento, suas avaliações, se você faz delivery ou não, etc.

Como adaptar a estratégia para as pesquisas por voz?

Como podemos perceber, as pesquisas por voz utilizam muitas perguntas e o conteúdo desejado é direto e rápido. Isso faz com que seja trabalhado conteúdos com perguntas, do tipo “onde comprar iPhone x?”.

Uma excelente ferramenta para ter ideia dessas palavras-chaves é pelo Keyword Magic Tool do SEMrush, em que você pode filtrar por perguntas e achar quais devem trabalhar em seu SEO e Ads.

Ferramenta Keyword Magic da SEMrush com filtro para perguntas

Crescimento da Segmentação dos Influenciadores Digitais

Os influenciadores digitais continuam em alta, mas cresce a segmentação entre eles. Influenciadores que não são especializados em um segmento, tendem a dar bem menos retorno, mesmo tendo mais seguidores, do que influenciadores que divulgam um produto ou serviço da área que são autoridade.

Isso significa que é melhor que um restaurante faça uma parceria com um influenciador digital do ramo de culinária do que com um que tem autoridade com roupa, por mais que esse segundo tenha um maior alcance do que o primeiro.

O alcance orgânico das postagens das redes sociais têm diminuído muito, para incentivar os patrocinados e que os seguidores recebam postagens de conteúdos que interajam mais. Então, influenciadores que atiram para todos os lados, tendem a perder engajamento, alcance orgânico e retorno com suas parcerias. Assim, é importante que o influenciador e as empresas foquem em nichos e supernichos de mercado, pois essa é a nova tendência, após a explosão desse tipo de mercado nos últimos anos.

O Poder do Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo segue em alta para 2020, sendo uma estratégia diferente e, ainda, pouco usada pelos negócios. Ainda é possível ver que a imensa maioria dos negócios trabalham apenas o fundo de funil, sem criatividade e atirando para tudo que é lado, falando apenas do seu negócio e de si, esquecendo de demonstrar autoridade e como pode ajudar o cliente em suas dores e necessidades. O influenciador Gary Vee crava o seguinte: “Se vocês estão tentando dar um nocaute o tempo todo, as pessoas vão aprender a desviar”.

O dar sem cobrar nada em troca nunca esteve tão em alta, pois a reciprocidade sempre vai ser forte entre os seres humanos, e existem inúmeras formas de fazer isso, como em blogs, podcasts, vídeos e tutoriais. Invista em conteúdos multiplataformas e deixe os clientes os consumirem como eles desejarem.

A decisão do cliente antes de contratar um serviço ou comprar um produto, é tomada quase que por completa antes de entrar na loja, pesquisando sobre a empresa e consumindo seu conteúdo, além de ter uma experiência de atendimento inquestionável.

Se o seu produto ou serviço tem uma venda complexa, o marketing de conteúdo é mais indicado ainda, pois o seu cliente tem muitas dúvidas sobre o que você vende e ele pode tirar muitas dúvidas antes do primeiro contato e ser convencido por si só que precisa de você. Sem falar das vezes que ele nem sabe que precisa de você e acaba descobrindo através deu seu conteúdo.

Se você tem vergonha de gravar vídeos, comece a perdê-la e, até lá, trabalhe blog e podcasts. Esse último é uma boa forma de aproveitar as 2 horas e meia que o brasileiro passa, em média, no trânsito por dia.

Crescimento nos Serviços Online por Assinaturas

Tomamos mais de 35.000 decisões inconscientes por dia e estamos cada vez mais sem tempo. Com isso, tudo que ajude a tomar decisões no dia a dia pode ser uma boa opção para o cliente, e as assinaturas online de serviços e produtos estão em alta, pois ajudam nessas tarefas e decisões.

Netflix e Wine são 2 grandes cases de sucesso de planos de assinatura. O primeiro dispensam comentários, já o segundo envia bons vinhos para sua casa todos os meses, sem você precisar escolher ou entender. Basta escolher o plano e esse problema estará resolvido para não faltar bons vinhos na sua casa. Outros já surgiram pelo mundo, como o de enviar lâminas de barbear para sua casa com a frequência que você compraria. Assim, tudo que você com um plano de assinatura ajude o cliente a resolver seu problema, perder menos tempo e decidir menos, está em alta e é tendência. Além disso, é uma forma de gerar receita recorrente para o seu negócio.

Cresce também a tendência de livrar-se da posse, reduzir custos e continuar usando os produtos e serviços. O Uber conseguiu convencer várias pessoas e empresas a não terem mais carros, ou a diminuir o seu uso. Grandes negócios digitais vêm ganhando espaço oferecendo opções aos clientes que dispensem a sua compra e continuem a usar como se o tivessem feito. Qual plano de assinatura ou aluguel de algo você pode oferecer para baratear o custo do cliente e gerar receita ao seu negócio?

Crescimento do Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio é uma excelente ferramenta para você trabalhar no seu marketing digital. Além de gratuita, tem um alcance impressionante, principalmente se bem configurada e ajustada. Nesse artigo, ensinamos como configurar bem o seu Google Meu Negócio.

Negócios quem possuem um lugar físico, não podem negligenciar essa ferramenta, pois ela é mostrada aos usuários quando buscam pelo seu nome ou segmento no Google, além de ser linkada ao Google Maps e fazer o link de contato com o seu negócio, como seu site, seu telefone e traçar rota para chegar à sua empresa.

Outros recursos importantes são as avaliações, que passam muita credibilidade. Sempre peça aos seus clientes para te avaliarem lá, principalmente depois de um excelente atendimento que você prestou, pois além de melhorar seu ranking perante os concorrentes, ainda ajuda a outros potenciais clientes a decidirem sobre virar ou não seu cliente.

Além disso, você pode trabalhar fotos, postagens e mensagens, como uma verdadeira rede social, sendo mais um excelente canal de vendas e relacionamento. Não deixem de jeito nenhum o seu Google Meu Negócio abandonado, pois estará deixando muito dinheiro em cima da mesa. Abaixo apresento alguns retornos que alguns clientes de nossa agência conseguiram com uns ajustes que fizemos no Google Meu Negócio deles. Os números são dos últimos 28 dias.

Resultados de um Google Meu Negócio Bem Configurado
Resultados de um Google Meu Negócio Bem Configurado

Crescimento do WhatsApp, Telegram e do SMS Marketing

O WhatsApp vai continuar em alta em 2020, com os negócios mais e mais dependentes da ferramenta, pois praticamente todo mundo que tem um Smartphone está na plataforma e acaba concentrando as conversas, ligações, mídias e documentos no aplicativo, tanto para assuntos pessoais, quanto profissionais.

Contudo, com esse crescimento, vem também deixando muito lotado às caixas de entrada das conversas para tratar alguns assuntos e ter a atenção do cliente. Envio de mala direta pela plataforma tem um resultado inferior do que por SMS, por exemplo. Pois, como o SMS foi esquecido por bastante tempo, passou a ter poucas mensagens chegando, fazendo com o que se tornasse um canal diferenciado para alguns avisos e alertas. Esse já é o canal queridinho do Uber, iFood, Rappi e bancos, que aproveitam essa oportunidade para ter praticamente 100% de suas mensagens lidas, com cupons de descontos e outras informações.

O baixo custo do disparo (entre R$ 0,03 a R$ 0,06 por mensagem) e a não limitação de quantidade de destinatários, fazem dele uma boa opção de comunicação com seu cliente, seja no envio de ofertas que o interessem ou avisos em geral. Bem melhor do que pelo WhatsApp, que continua importante e é praticamente uma obrigação o seu negócio continuar com esse canal, mas que já limita muito o envio em massa, após a limitação das listas de transmissões a 256 contatos.

Outro que vem ganhando campo é o Telegram, pois permitem formar grupos sem limite de participantes e com opção de apenas o administrador enviar as mensagens. Assim, você consegue formar uma comunidade para enviar ofertas e avisos aos clientes, podendo gerar um link para eles se inscreverem.

A união do WhatsApp, SMS, Telegram e E-mail Marketing, torna direta o seu contato com o cliente, fugindo de intermediários, como as redes sociais, que apesar de continuarem importantes, restringem muito o alcance orgânico (gratuito) das publicações, por isso a importância de você construir um mailing dos seus clientes com Nome, Telefone Celular, WhatsApp e E-mail, permitindo um acesso direto quando precisar divulgar algo.

Lembrando que não é indicado de jeito nenhum praticar Spam por esses canais, sendo vital que o cliente assine a lista ou esteja ciente que ao fornecer os dados permite essa comunicação. Segmente sempre e utilize de forma correta esses canais.

Por hoje é isto e espero ter te ajudado com essas 10 tendências do marketing digital para 2020.

Danilo Araújo – 84 99985-4224 (WhatsApp)

CEO PHD Virtual – Marketing Digital

Danilo Marketing Digital
Danilo Marketing Digital
Danilo Araujo Xavier - 35 Anos - Natal/RN - Brasil; Formado em Administração de Empresas (UFRN) e especialista em Marketing Digital com certificação internacional; Desde 1997 ajuda empresas e pessoas a terem mais presença digital; CEO da PHD Virtual - Marketing Digital desde 2005; Consultor de Marketing Digital; Autor de artigos e vídeos sobre Marketing Digital nas redes sociais e em seu blog phdvirtual.com.br/blog; Já participou da criação e perfomance de mais de 1.200 sites e projetos online, tendo vasta experiência em SEO, tráfego pago (Google Ads, Face e Insta Ads) e aplicativos. Dados para contato: Celular - +55 84 99985-4224 (WhatsApp) E-mail - [email protected] https://www.linkedin.com/in/daniloaraujo-marketing-digital/ https://www.instagram.com/daniloaraujophd

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!